Blog

Uma breve história pra vc sacar o cenário…

Em 1987 cheguei em Los Angeles pra estudar e fugir um pouco da vida de cá.
Lá fiz questão de me enturmar com gringos e gringas, de viver a cultura de lá e evitei os guetos brazucas onde só se falava da saudade do guaraná, coxinhas e empadinhas, sempre em português. Cruzava alguns brazukas quando entreguei pizzas e depois flores. Nesses trabalhos aprendi bem o espanhol do México, con “los vatos” que faziam delivery também.
Morava na Burnside Ave., eu e meu irmão Rocco, na área Mid-Wilshire, que era próxima da La Brea Ave., a Fairfax Ave. e da Melrose Ave.
Frequentei muito um “clubinho underground” da noite de L.A. chamado King King, que era cinco quarteirões de onde eu morava. O local era um ex-restaurante chinês. Bem loko. E todas as quartas eu ia lá. E de grátis, já que o porteiro era um Português fã do futebol brasileiro. Nas quartas eram as noites de ska e rocksteady, capitaneada pelo mestre Joey Altruda (meu vizinho no prédinho onde eu morava) e seu grupo Jump With Joey. Personalidades como Roland Alphonso (Skatalites) e a galera do Fishbone apareciam sempre pra dar uma canja. No público vc podia ver atores e atrizes bacanas, além de Flea e Anthony dos Chilli Peppers, Brian Setzer (Stray Cats), Billy Idol, Hepcats, entre outros. Vejam o vídeo abaixo e sintam a vibe do local.

E foi lá que conheci o Mucci. Descendente de italianos que moravam em SanDiego e talentoso artista, aos 18 anos Mucci já trabalhava fazendo desenhos animados para a Hanna Barbera, como o Pernalonga, entre outros. Fiquei impressionado com o talento dele. E logo ficamos amigos, sendo Mucci o principal responsável pela minha entrada no mundo do jazz, muito ouvido por cartunistas do mundo, e responsável também pela minha admiração`as garrafas de vinho Chianti, sempre presentes nas reuniões da turma.
Com Mucci, Charlie Bean (outro muleke prodígio dos desenhos animados), Roberto Chojniak (pintor brasileiro radicado em L.A.), meu irmão Rocco, Rudolph (72 anos, tocador de Oboé na Sinfônica de L.A.) e mais alguns amigos nunca perdíamos os  shows de jazz que rolavam na Cidade. Chegamos até a viajar pra San Francisco pra ver Tony Williams que foi do quinteto famoso do Miles (consegui convites com amigos da Blue Note). Vimos juntos uns dos últimos shows do Miles Davis, no Hollywood Bowl. Lembro que ele apresentou a banda com placas na mão com o nome dos músicos, cada um que solava ele levantava a placa.
Num desses shows, mais específicamente do  Freddie Hubbard (trompetista com vários discos lançados pela lendária Blue Note Records), no Catalina’s Bar, vestidos `a rigor  e com um bom Chianti nos copos, foi que Mucci fez o desenho do “cool cat” (na posição de tocar igual do Miles, meio curvado) no guardanapo da mesa que depois foi pro papel.

E assim nasceu o logo da soulcity:produssas criado por MUCCI…

soulcity logo

Abaixo coloco a disposição desenhos do Mucci pra vocês curtirem…
Hoje ele é diretor de cartoons na Disney, em Los Angeles,  e mantemos contato através do Facebook.

n764238573_1449608_7520

at-the-beach-mucci5

n764238573_1706712_3970

n764238573_1715666_3729

Nenhum comentário

Deixe seu comentário

myspace.com/bambasebiritas | myspace.com/soulcityprodussas
atendimento@soulcity.com.br |bid@soulcity.com.br | fone. 55 11 3082 9105

Coordenação de Produção: Fernanda Simões, Conteúdo: BiD e Fernanda Simões,Supervisão: Andréa Bid (Cherry Plus),
Fotos e videos: Arquivo Pessoal do BiD, Edições de videos: Ana Rosa Sardenberg,
Design e programação: Eduardo Padrão(Cherry Plus), Rodrigo Padrão e André Ponce.
2009 ®&© copyright soulcity. Todos os direitos reservados.